domingo, 28 de fevereiro de 2016

O rebordo é este:

Os textos aqui presentes são fictícios. Qualquer relação com pessoas, agentes, instituições reais será apenas coincidência. Nenhum texto aqui pretende minorar a honra de pessoas, agremiações ou partidos mesmo quando se tratar de alguma soporífera sátira. Os textos não refletem a realidade, não são juízos válidos ou práticos sobre realidade, assim não podem conduzir a qualquer tipo de atividade pragmática efetiva.

Caso você precise travar, AINDA, contato com o autor que ora escreve, desista. Vossas palavras, por mais belas que sejam, não irão demovê-lo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário