quarta-feira, 30 de março de 2011

62.

Ando muito cansado, querida,

o sono tem me escapado nos últimos três ou quatro dias, o trabalho tem feito a existência mesquinha, o topor físico daí resultante me atrapalha ao ler, fico sonolento, cochilo, acordo num sobressalto, fico nisso por oras a fio, sem conseguir descansar direito, tampouco ler. Daí escrever algo que preste...

Nenhum comentário:

Postar um comentário